FAÇA A SUA PARTE

ARTIGO PUBLICADO NO JORNAL GAZETA DO POVO EM 29.08.2004

FAÇA A SUA PARTE

 

Alan Schlup Sant’Anna

 

Qual é a diferença entre participar de algo e estar engajado, realmente comprometido?

Podemos dizer que em uma refeição de ovos com bacon a galinha participa, mas o porco está engajado.

A despeito das pressões por maior desempenho e da escassez de vagas de trabalho, ainda há muitas pessoas pouco engajadas ou comprometidas com a sua atividade profissional.

Estas pessoas são vítimas de um círculo vicioso. Produzem pouco e com qualidade inferior ao que poderiam fazer sob a alegação de que a empresa lhes paga pouco. Por outro lado a empresa lhes paga pouco sob a alegação de que elas produzem pouco.

Não raramente o funcionário se preocupa que sua dedicação não seja recompensada e, portanto não se engaja no processo, vai fazendo o mínimo necessário para não ser demitido, o que é bastante perigoso, principalmente na conjuntura atual. Este sujeito empurra com a barriga e vai levando as coisas assim até que o patrão acorde e encontre alguém um pouco mais “antenado”.

Ninguém deve ter medo de que seu esforço não seja recompensado por pelo menos duas razões. A primeira delas, e a mais importante, é que é nossa obrigação nos dedicarmos e fazer um bom trabalho independente de qualquer reconhecimento ou recompensa. Invariavelmente pessoas dependem da qualidade de nosso trabalho, pessoas que não têm culpa se não somos suficientemente bem pagos ou reconhecidos.

A segunda razão é que o Universo é um lugar meritocrático, portanto relaxe, sua recompensa virá. Mas não trabalhe pensando nela, isto atrapalha.

Se o seu atual patrão não reconhece seu esforço não se preocupe, alguém reconhecerá, talvez o concorrente dele, talvez uma empresa em outro setor. Como eu disse antes o Universo é meritocrático e coerente, é um espelho e devolve a você aquilo que você oferece.

No entanto é preciso ter paciência. Salvo exceções, as recompensas por nossos esforços demoram a chegar. Alguns afoitos querem a recompensa antes do esforço. Como diz uma ex-colega minha “Não jogou e quer massagem”.

Seriedade, dedicação, responsabilidade, compromisso e paciência serão sempre recompensados.

É essencial para a segurança e a felicidade das pessoas que cada um faça a sua parte e faça bem feito, independente das circunstâncias adversas. Cabe a cada um de nós fazer o melhor que puder com os recursos que tem. Como disse Theodore Roosevelt “Faça o que pode, com o que tem, onde estiver”.

Se cada um fizer o seu trabalho um pouco melhor, sem nada esperar por isto, aos poucos vamos transformando o mundo em um lugar melhor, mais justo, mais limpo, mais rico, mais saudável, mais bonito.

O exemplo é o instrumento de comunicação mais poderoso do Universo. As pessoas vêem você trabalhando e mesmo que você não diga nada o seu exemplo frutifica, seja ele bom ou mau. Ao trabalhar comprometido com a qualidade daquilo que faz, você dá um poderoso exemplo e gera mudanças de comportamento nas pessoas à sua volta, mesmo que você não o perceba.

Há quase dois mil anos o grande filósofo e estadista romano Sêneca escreveu:

 

“Todos ao favorecerem os outros, favorecem a si mesmos; e não me refiro ao fato de que o socorrido quererá socorrer e o defendido proteger, ou de que o bom exemplo retorna, descrevendo um círculo, àquele que o dá – como os maus exemplos recaem sobre seus autores… – mas a que o valor de toda a virtude tem raízes nela mesma, uma vez que não é praticada com vistas ao prêmio: a recompensa da ação virtuosa é tê-la realizado”.

 

Amigo leitor, tão atuais há dois mil anos como hoje, as palavras de Sêneca nos lembram que a maior recompensa que podemos receber por um trabalho bem feito, é tê-lo realizado. Outras recompensas virão, é certo, mas não é nessas recompensas que devemos nos concentrar e sim na oportunidade que cada um de nós tem de tornar o mundo melhor através de um trabalho sério, dedicado e responsável.

Alan Sant’Anna é escritor, palestrante e consultor, autor dos livros: DISCIPLINA O CAMINHO DA VITÓRIA, TEMPO E SUCESSO e EQUILÍBRIO PARA UMA VIDA MELHOR. conexão.consult@terra.com.br